Style Guider

Carla Belchior | Vintage dealer

Falar de Carla Belchior é falar de Vintage. Uma paixão que surgiu muito cedo na sua vida e que desde então tem defendido e posicionado, como ninguém, em Portugal. A Feira da Ladra e a Madame Bettencourt sempre foram a sua fonte de inspiração, que naturalmente acabou por inserir na sua vida profissional. Para a proprietária de A Outra Face da Lua  o Vintage não é tanto uma moda mas o resultado de uma mudança de mentalidades. Hoje, Carla Belchior é a nossa styleguider. Deixe-se conduzir por esta Vintage Dealer, porque vai valer a pena!

 

Como defines o teu estilo?
Décadas em layers.

Qual o criador de moda a quem davas poderes de fada madrinha?
Vivienne Westwood.

Branco ou preto?
Preto, branco e preto e preto e branco.

Simples ou complicado?
Ambos, mas mais para o complicado.

Confortável ou sofisticado?
Sofisticado.

A peça ou acessório de moda que é a tua cara?
Chapéus.

A tendência da estação a que não vais dar a hipótese de conhecer o teu armário?
Botins ultra compensados, porque são verdadeiramente perturbadores.

E qual a tendência da estação que foi paixão à primeira vista?
Os chapéus oversized da Louis Vuitton.

Que música, filme ou livro têm influenciado mais o teu trabalho ultimamente?
“Os Respigadores e a Respigadora”.

Qual o criativo que gostarias que te telefonasse a dizer: “Tive uma ideia e gostava de trabalhá-la contigo…”.
Mário Belém, porque as possibilidades são infinitas e porque com ele não há restrições.

Qual a peça ou acessório de moda que tens raiva de não teres sido tu a criar?
Talvez as meias de nylon porque são um turning point da moda.

O Guia de Carla Belchior

Os meus locais de eleição

O restaurante?
Oficina do Duque.

O café (espaço)?
A Outra Face da Lua.

O melhor espaço para concertos?
Coliseu.

O festival que nunca perdes?
Boom Festival.

O sítio para sair à noite?
Bairro Alto.

O bar na cidade para o qual vale a pena perderes tempo a produzir-te?
Qualquer um. Sair de casa implica produção.

O espaço nocturno que consegue arrancar-te do sofá?
O que me arranca do sofá são mesmo os programas com amigos.

O hotel pelo qual trocavas já hoje o conforto do lar?
Nenhum, gosto da minha casa.

 

O cabeleireiro ao qual te entregas de olhos fechados?
Facto Bairro Alto.

A loja onde gostarias de ter crédito ilimitado?
Infinitta Decoração, Rio de Janeiro.

O lugar na cidade que tens a mania que é teu?
A minha rua, a Rua da Assunção.

E um lugar que tens a mania que mais ninguém conhece?
Barragem de Santa Clara, tem sempre pouca gente e a água é tão quentinha.

Um lugar que toda a gente já conhecia e ao qual foste pela primeira vez há pouco tempo?  Fui ao 100 maneiras apenas em 2012.

Um passeio que te faz saltar da cama?
Qualquer um que implique viagem.

A tua região, em Portugal, preferida?
Alentejo, Évora Monte.

O destino de férias?
Madagáscar.

Créditos:

Entrevista: Marisa Folgado, Fotografias detalhes: Carla Belchior

X Fechar comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 

Detalhes

  • Ver maior
    <p>Última aquisição, um chapéu modelo “lampshape” dos anos 50.</p>
<p> </p>

    Última aquisição, um chapéu modelo “lampshape” dos anos 50.

     

  • Ver maior
    <p> Preto e branco, branco e preto.</p>

     Preto e branco, branco e preto.

  • Ver maior
    <p>Chapéus religiosamente guardados em caixas vintage de chapéus.</p>

    Chapéus religiosamente guardados em caixas vintage de chapéus.

  • Ver maior
    <p> Sapatos 80′s em que a Moda se inspira na Arte.</p>

     Sapatos 80′s em que a Moda se inspira na Arte.

  • Ver maior
    <p>Pesquisa, pesquisa e mais pesquisa.</p>

    Pesquisa, pesquisa e mais pesquisa.

  • Ver maior
    <p>Padrões dos anos 70 forever.</p>

    Padrões dos anos 70 forever.

  • Ver maior
    <p>Lantejoulas são a minha perdição.</p>

    Lantejoulas são a minha perdição.

  • Ver maior
    <p>Estas pérolas combinam sempre com uma noite de produção.</p>

    Estas pérolas combinam sempre com uma noite de produção.